Engenharia de Software: fundamentos, métodos e padrões - terceira edição

Publicado pela Editora LTC.

Sistemas informatizados têm enorme potencial de trazer benefícios. Têm também enorme potencial de trazer prejuízos, quando feitos de forma errada. O software é a alma dos sistemas informatizados, e a Engenharia de software é a disciplina que ensina a construir produtos reais a partir dos conceitos fundamentais da informática. Este livro tem o objetivo de apresentar, através de um processo completo e consistente, as práticas mais consagradas dessa disciplina.

O material aqui coberto abrange os tópicos requeridos pela grande maioria dos cursos de graduação em informática, engenharia da computação, ciência da computação, análise de sistemas, processamento de dados e outras denominações afins. Cobre também os assuntos requeridos para a reciclagem de profissionais de empresas que estejam procurando organizar seus processos de desenvolvimento e manutenção de software. Pode servir de núcleo para disciplinas de pós-graduação e para suporte a projetos reais de desenvolvimento de software e de sistemas.

O fio condutor deste livro é o Praxis, um processo completo de desenvolvimento de software. Ele abrange disciplinas de especificação, como requisitos e análise; disciplinas de solução, como desenho, testes e implementação; disciplinas de gestão, como gestão da qualidade, gestão de projetos e gestão de alterações; e disciplinas de ambiente, como engenharia de processos e engenharia de sistemas. O Praxis propõe um ciclo de vida composto por fases que produzem um conjunto precisamente definido de artefatos, como modelos, código, testes, planos e relatórios. Para construir cada um desses artefatos, o estudante precisa exercitar um conjunto de práticas recomendáveis da Engenharia de software. Na construção desses artefatos, o estudante é guiado por padrões, e auxiliado pelos exemplos constantes de material suplementar disponível na Web.

O Praxis é baseado na tecnologia orientada a objetos; sua notação de análise e desenho é a UML 2.0, adotada como padrão pelo consórcio OMG, que reúne centenas dos principais produtores mundiais de software. Os métodos do Praxis cobrem as áreas de processos do CMMI, que é um modelo de capacitação adotado também por centenas das principais organizações produtoras de software. Os padrões do Praxis são conformes com os padrões de Engenharia de software do IEEE, os mais abrangentes e respeitados da área. O Praxis tem sido experimentado em cursos de graduação, pós-graduação e treinamento industrial, e usado em processos reais de desenvolvimento de software, desde a primeira edição deste livro, em 2001.

Essa experiência de uso é incorporada agora em sua versão 3.0, apresentada nesta terceira edição, que inclui, entre outras, as seguintes atualizações:

·         O processo foi totalmente revisto, possuindo agora uma descrição conforme com o padrão SPEM 2.0, também do OMG, disponível na ferramenta livre Eclipse Process Framework, que facilita sua adaptação e personalização.

·         Incluídos novos capítulos que tratam da UML 2.x, da Gestão de alterações e da Engenharia de sistemas.

·         Reorganização do material das disciplinas de Engenharia de software, com seções separadas de técnicas, independentes de processos, e descrições das atividades, tarefas, artefatos e papéis aplicáveis no processo Praxis.

·         Atualização completa dos exemplos do material suplementar.